Notícias

Julho de 2016

NOITE DE ABERTURA DO 20º FOGO PARA O BRASIL

Com o auditório do Centro de Convenções do Hotel Monte Real, em Águas de Lindoia, lotado, teve início, nesta segunda-feira, a edição histórica que celebra os 20 anos do Congresso Pentecostal Brasileiro Fogo para o Brasil. O evento foi criado em 1985 com o propósito de promover o avivamento no meio do povo de Deus.

“Para acontecer o avivamento tem que ter Palavra de Deus, por isso nosso Congresso têm ênfase na Palavra. Tenho certeza que nesses dias, Deus vai falar conosco”, declarou o pastor Silas Malafaia, presidente da Associação Vitória em Cristo, organizadora do evento.

O pastor Gidalti Alencar, preletor da primeira noite, pregou sobre o tema O poder da conexão, destacando a importância das ligações na vida do ser humano. “As conexões ensinam. Elas são portas abertas, portas de oportunidade”. Segundo o pastor, as conexões influenciam para o bem ou para o mal. “Conexões são escolhas”, reiterou.

O 1º Fogo para o Brasil foi realizado em Foz do Iguaçu, no Paraná. Para comemorar esses 20 anos, a Avec escolheu a cidade de Águas de Lindoia, por ser um dos lugares que marcaram a trajetória do evento. “Agradeço a Deus por esses 20 anos. Tudo isso só foi possível por causa da Sua graça e da participação de milhares de pessoas que abraçam este ministério”, ressaltou o pastor Silas, idealizador do Fogo para o Brasil.

Ainda ocuparão o púlpito os pastores Silas Malafaia, Silas Malafaia Filho, Jocymar Fonseca, Silmar Coelho, Jorge Linhares, Josué Brandão, Michael Aboud, e Marcus Gregório. Os adoradores da Central Gospel Music, Rachel Malafaia, Raquel Mello, Eyshila, Nani Azevedo, Danielle Cristina e Jozyanne conduzem os louvores.

A programação continuará nesta terça-feira em duas etapas. Pela manhã, a partir das 9h. À noite, a partir das 19h30. O evento está sendo transmitido ao vivo pelo portal verdadegospel.com.

ÁGUAS DE LINDOIA RECEBE O 20º FOGO PARA O BRASIL

A abertura do Congresso Pentecostal Brasileiro Fogo para o Brasil será às 19h30. A programação deste ano tem um significado especial para a Central Gospel por ser a 20ª edição do evento, e Águas de Lindoia (SP) foi a cidade onde teve início a trajetória do Fogo para o Brasil. O evento acontecerá de hoje a quinta-feira, no Centro de Convenções do Hotel Monte Real.

Antes mesmo da abertura, os participantes já começam a chegar ao local do evento. Gilcélia Poina e a pastora Dagmar Russo (foto), da Igreja Evangélica Canaan, de São Caetano do Sul, em São Paulo, participam pela primeira vez. "Viemos em busca de refrigério, renovo e restauração. Tenho certeza que o Senhor irá renovar a minha família”, disse Gilcélia, que perdeu o esposo há seis meses.

As duas aproveitaram para conhecer a loja que a Central Gospel montou para atender ao público em geral. A editora trouxe Bíblias, livros, CDs, DVDs de mensagens e de musicais, entre outros produtos com preços acessíveis e descontos especiais. “A loja está muito diversificada”, elogiou a pastora Dagmar. A loja da Central Gospel ficará aberta todos os dias do evento das 9h às 21h. O endereço é Rua São Paulo, 622, Águas de Lindoia.

A programação do 20º Fogo para o Brasil será transmitida ao vivo, e de graça, a partir das 19h30, pelo verdadegospel.com.

TEOLOGIA PARA PENTECOSTAIS

Uma obra preciosa para que os pentecostais conheçam melhor os fundamentos da sua fé e também para que membros de outras denominações entendam o ponto de vista bíblico pentecostal. Essa é a proposta do pastor Walter Brunelli ao discorrer sobre a Teologia Sistemática Pentecostal, de maneira clara e completa. É a primeira escrita por um brasileiro.

“O desafio de escrever uma Teologia Sistemática Pentecostal, particularmente para a realidade da igreja evangélica pentecostal brasileira, decorre do fato de haver pouca literatura que não seja elementar sobre o assunto, enquanto há fartura de obras escritas por teólogos reformados”, explica o autor, que não deseja criar polêmicas aos pensamentos divergentes dos teólogos de tradição reformada, mas que tem o intuito de fornecer dados esclarecedores sobre as crenças pentecostais e desfazer alguns mitos injustamente criados.

Dividida em quatro volumes, a obra aborda os 12 temas essenciais da Teologia Sistemática sob a ótica pentecostal. No volume 1, o leitor estudará Bibliologia – Estudo sobre as Escrituras; e Teontologia – Estudo sobre o ser de Deus. No volume 2, Cristologia – Estudo sobre a pessoa de Cristo; Pneumatologia – Estudo sobre o Espírito Santo; Angelologia – Estudo sobre os anjos. No volume 3, Antropologia – Estudo sobre o homem; Hamartiologia – Estudo sobre o pecado; Soteriologia – Estudo sobre a salvação. No volume 4, Eclesiologia – Estudo sobre a Igreja; Escatologia – Estudo sobre as últimas coisas; e História do Movimento Pentecostal.

A obra conta ainda com mais de 300 gráficos, tabelas e ilustrações, além de centenas de citações dos originais grego e hebraico, fornecendo mais recursos para quem deseja adquirir conhecimento das Escrituras.

JEOSAFÁ PIMENTEL FALA SOBRE O PRIMEIRO CD, ABA PAI

Jeosafá Pimentel, um jovem adorador que descobriu na música uma forma de se aproximar de Deus, viveu experiências marcantes no último ano. Durante um culto em sua igreja, a ADVEC em Natal (RN), ele foi chamado pelo pastor Silas Malafaia para fazer parte da Central Gospel Music e lançar seu primeiro CD. “As letras são bonitas e inteligentes”, elogiou o pastor Silas. Em pouco tempo, as canções escritas pelo próprio Jeosafá, e que compõem o álbum Aba Pai, já estavam sendo ouvidas por milhares de pessoas. Na entrevista, ele conta como foi essa experiência que mudou sua vida e também como começou a cantar quando ainda era criança.

Como você começou a cantar?

Jeosafá Pimentel: A minha família é de músicos. O meu irmão era vocalista numa banda, e minha mãe canta também na igreja. Eu não queria me envolver com a música; queria ser do contra. Só que foi mais forte. Eu cantava no conjunto da igreja e também comecei da bandinha do colégio. Foi então que eu conheci a música melhor e fiquei apaixonado. Depois de começar a cantar no colégio é que passei a cantar mais na igreja também. Quando eu percebi, já estava há muito tempo na música. Depois que descobri a música para Cristo e que eu podia compor, aí que eu fui com tudo, mas não tinha o desejo de ser um cantor. Eu comecei de um jeito meio sem pensar. O Senhor me dava as músicas, e eu escrevia. E então eu fui entendendo o que Deus queria.

Como era a sua vida na igreja?

Meu pai é pastor, e eu nasci em berço evangélico. Eu ia forçado à igreja. Depois que eu passei a andar com os meus próprios pés foi que conheci Cristo. Eu ia à igreja muito dificilmente, só aos domingos. Como sempre fui envolvido com música, cantava na igreja, mas não fazia solo, porque eu era muito tímido. Ainda sou um pouco. Então eu ficava só no back vocal, quase me escondendo.
Você disse que ia obrigado à igreja. Como foi, então, a sua conversão?
Graças a Deus, eu tive muitos livramentos. Nunca fui aquele cara que chegou ao fundo do poço. Eu voltei mesmo para Deus quando saí da igreja do meu pai e fui para a ADVEC. Aí eu comecei a conhecer Cristo, fui batizado com o Espírito Santo.

Como foi o dia em que o pastor Silas Malafaia chamou você para fazer parte da Central Gospel Music?

O meu líder de jovens me colocou para cantar no culto de domingo. Eu comecei a cantar uma das minhas músicas, Aba Pai, e a igreja toda conhece e cantou junto. Vi que o pastor Silas entrou logo nessa hora e reparou que a igreja estava cantando. Durante o ofertório, pediram para ele anunciar o meu CD. Ele ficou olhando para o meu CD com uma fisionomia séria, começou a contar a história do Nani Azevedo e depois falou para mim: “Deus falou comigo para fazer essa pergunta para você: quer assinar contrato com a gravadora?”. Foi na frente da igreja toda e de surpresa. É difícil me fazer chorar, mas não tive como não chorar.

E como você se sentiu naquele momento?

Eu só agradecia a Deus, porque sei que não mereço nem um por cento disso tudo que está acontecendo. É uma bondade e uma graça constante.

Você tinha planos de ter uma carreira no meio gospel ou gostaria de ter somente um ministério local? O que você esperava?

Quando eu conheci Cristo verdadeiramente, queria fazer alguma coisa para Ele. Mostrar para as pessoas todo esse amor dele. E eu reconheci que Deus me deu o dom de cantar, mas nunca tinha pensado em ser um cantor e gravar CD. Minha vontade era fazer alguma coisa para o Reino de Deus, sabendo que nessa área de música, por eu ter esse dom.

Você tem algum testemunho de pessoas que foram tocadas pelas letras das suas músicas?

No Facebook, eu recebo bastante testemunho de pessoas que contam que estavam escutando a música Aba Pai, e Deus falou com elas. Não há nada que me deixe mais feliz, porque a música está cumprindo o propósito de levar as pessoas para mais perto de Cristo. Teve uma menina que estava pensando em sair da igreja, e depois que escutou a música mudou de ideia.

Qual é a história da música Aba Pai?

Eu estava vivendo um evangelho medíocre, achando que estava bem forte e amigão de Cristo, mas não. Então, eu peguei meu violão e fui para o banheiro, porque gosto de tocar no banheiro. Fiquei lá por muito tempo e nada de sentir a presença de Deus. Eu me lembrei de uma amiga minha que pregou uma vez que o Espírito Santo habita em nós e clama incessantemente pelo Pai. Eu comecei a cantar Aba Pai e veio a letra toda da canção. Senti muito forte a presença de Deus, e isso marcou a minha vida.

Como você compõe? As letras são baseadas em suas experiências?

A música O que é o amor, que fala sobre dar mais valor à tradição do que à libertação, foi baseada numa experiência que eu vivi. Mas eu também pego o gravador e vou tocando e cantando, e a música surge. A música flui. Ao todo, eu tenho umas 35 músicas, e componho desde os 14 anos.

Como você classifica o estilo da sua música?

Eu sou uma esponja, porque gosto de muita coisa e muitos estilos. Eu classificaria como um pop rock, embora não seja só isso. Eu escutava do samba ao rock mais pesado.

INTERLIGADA COM OS ADOLESCENTES

Vanessa Tanaka é uma sonhadora, que acaba de ver um sonho que nasceu no coração de Deus se tornar realidade. Autora de Minuteens, um devocional pra adolescentes, Vanessa estreia no mundo literário com a missão de compartilhar o que viveu nessa fase da vida e motivar o público juvenil a uma vida de intimidade com Deus, através do contato diário com a Sua Palavra.

Casada com Leonardo Tanaka; mãe de Deborah, de 12 anos, e Thalita, de 9 anos, a líder nacional dos adolescentes da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, fala nessa entrevista sobre seu ministério, sobre o mundo adolescente e sobre a experiência de escrever seu primeiro livro.

Você começou a trabalhar com adolescentes há 16 anos, na época você tinha 22 anos. O que te move nesse trabalho e como tudo começou?
Vanessa Tanaka: Eu acredito que a gente é levado por Deus a trabalhar em algo que fomos tratados. Eu fui curada das minhas emoções. A minha adolescência foi muito complicada, enfrentei rejeições e problemas como o divórcio dos meus pais. Desse período até a minha vida adulta, Deus me tratou para que hoje eu possa abençoar os adolescentes e trabalhar com eles.

Qual a diferença entre os adolescentes do ano 2000, quando você começou a trabalhar com eles e os de agora?
Quando comecei a trabalhar com eles, eu estava saindo da adolescência. Foi bem mais fácil, porque eu falava a linguagem deles, conversava de igual para igual. Naquela época, os adolescentes faziam as coisas mais escondidas, mais veladas. Hoje, estamos na era da comunicação, da internet. Tudo é muito rápido, muito explícito, permitido e liberado. A informação está a um clique. A principal diferença está na “liberdade” que eles pensam que têm.

Você precisou se “reinventar” para chamar a atenção deles?
Na verdade, eu continuei sendo como sou. Tive que vencer alguns desafios, mas tenho facilidade para falar com o adolescente. Graças a essa boa comunicação, a esse bom contato, eu não precisei mudar muita coisa não. Entendo que é preciso falar a linguagem do adolescente para ser ouvido e compreendido. Não adianta ter uma comunicação cheia de retórica e não alcançá-los.


Ser escritora estava nos seus planos?
Não (risos). Mas, Deus cumpre os nossos sonhos, nossos desejos... Uma vez, eu estava na casa de uma amiga, numa ocasião bem descontraída, e me afastei de todo mundo, fui para um cantinho, e Deus começou a falar comigo: “Você tem tanta experiência para compartilhar. Por que não coloca isso num papel?”. Eu comecei a achar que aquilo era alguma coisa da minha cabeça, mas, mesmo assim, peguei meu notebook e comecei a digitar algumas coisas. Só que acabei perdendo tudo. Alguns anos depois, meu marido foi fazer uma viagem, e eu fiquei sozinha por algum tempo. Então, voltei a pensar no que eu poderia falar para os adolescentes e foi ali que nasceu o Minuteens. Deus colocou na minha frente o que eu deveria escrever e a estrutura do livro. Enviei o projeto para a editora, e ele foi aprovado.

Por que um devocional e não um livro de ficção?
Eu gosto de livros de ficção e está nos meus planos escrever... Mas o devocional fala diretamente com o leitor. É uma oportunidade para falar com Deus todos os dias, de incentivar o adolescente a abrir e ler a sua Bíblia e de praticar alguns conselhos que estão no livro. Por isso, o desejo de escrever um devocional. É uma maneira de ter acesso não somente ao adolescente da minha igreja, mas a outros adolescentes; é uma conversa entre nós, numa linguagem fácil, divertida e inteligente. Ao final de cada minuteens, há uma proposta, um desafio para o leitor.

O Minuteens é só para os adolescentes crentes?
Não, pelo contrário. Eu escrevi pensando nos adolescentes cristãos, mas também naqueles que não conhecem Jesus. Alguns devocionais são evangelísticos; falam da vida de Jesus, sobre o sangue, sobre a cruz. É um livro para todo tipo de público.

O que você espera desse primeiro livro e da parceria com a Central Gospel?
Superar as expectativas que a editora está depositando em meu ministério.

Alguma coisa já mudou na sua rotina por causa do Minuteens?
Minha rotina já é louca (risos). Já mudou sim. Prego em várias igrejas da Assembleia de Deus Vitória em Cristo e agora estou recebendo vários convites para pregar em outras igrejas.


MULHER, VIVA ABUNDANTEMENTE

Terceiro livro da série de estudos bíblicos escrita por Lenya Heitzig e Penny Rose, este devocional propõe a realização de 20 minutos diários de aprendizado e comunhão com Deus. O objetivo é que a leitora descubra, em Sua Palavra, tesouros que lhe permitam viver abundantemente tendo a sua mente renovada, a sua alma restaurada, e uma maior intimidade com o Pai.

Os seis capítulos da Carta aos Efésios são divididos em 12 lições e cada lição em cinco estudos, que poderão ser feitos individualmente ou em pequenos grupos. Para alcançar o resultado desejado, Lenya e Penny instruem como deve ser conduzido cada estudo, a partir da oração, meditação, aplicação prática, aprendizado e reflexão sobre frases inspiradoras ditas por pregadores e escritores.

Mulher, viva abundantemente é uma excelente oportunidade para investir tempo na Palavra de Deus e ver os frutos que ela produz.

GUILHERME SCHELB NA FNAC DIA 28

O Procurador Federal da República, Guilherme Schelb, autor de uma série de livros e DVDs que buscam esclarecer os direitos da criança e do adolescente, vai participar de uma sessão de autógrafos na FNAC do Barrashoping (RJ) no dia 28 de junho, às 19h.

Lançados este ano pela Central Gospel, os livros Orientações sobre sexualidade infantil – Limites e desafios; Conflitos e violência na escola – Guia legal e prático para professores e famílias; Soluções para conflitos – Situações de risco que podem ocorrer com qualquer pessoa. Inclusive você; e Manual do professor – tudo o que a escola precisa saber sobre as leis e a justiça abordam profundamente o tema erotização infantil e trata ainda sobre a violência infanto-juvenil, ensinando como pode ser prevenida e denunciada.

Entre o material, estão três DVDs e um CD interativo: Crianças e adolescentes 1 – Vítimas da violência e Crianças e adolescente 2 – Como investigar casos suspeitos, ambos são animações que orientam as famílias e as próprias crianças a se protegerem do abuso; o terceiro é A defesa jurídica da família e infância, um curso aprofundado sobre como reagir às ilegalidades praticadas pela educação e saúde; e o Simulador de casos de violência, que apresenta casos reais de experiências de escolas e delegacias, para que a pessoa que está fazendo a simulação saiba se está bem preparada para lidar com as situações na vida real.

Ameaça às crianças

Em entrevista ao Pr. Silas Malafaia no programa Vitória em Cristo, o Dr. Guilherme Schelb, que já atuou como promotor de Justiça da Infância e Adolescência no Distrito Federal e foi autor de diversas ações de combate e prevenção à violência infanto-juvenil, alertou para os riscos dos materiais didáticos usados nas escolas.

“As escolas estão abordando temas em sala de aula sobre o comportamento sexual adulto, como bissexualidade, sexo anal, sexo grupal, sexo com animais, masturbação e prostituição. Isso é ilegal e inconstitucional, pois as crianças, ainda em desenvolvimento, estão sendo expostas a temas complexos e abusivos ao seu entendimento”, afirmou, acrescentando que esse tipo de material viola os direitos da família, pois os pais não sabem que o conteúdo está sendo ministrado para seus filhos.

Os temas de formação sexual são escondidos entre matérias comuns como português, história, ciências, entre outras. “É uma violação ao direito do professor, pois ele está sendo desviado de sua função de educador para ministrar temas morais e sexuais que a lei não autoriza a escola a fazer”, adverte o procurador.

As consequências da exposição precoce da criança e do adolescente a conteúdos impróprios para sua idade são preocupantes. “Eu obtive junto ao Ministério Público de São Paulo, em 2015, uma pesquisa sobre atos infracionais. A estatística, que está no site do órgão, revela o altíssimo nível de crimes sexuais praticados por adolescentes contra crianças. À medida que acontece a erotização precoce, por meio de uma apresentação do sexo anal e masturbação, por exemplo, o interesse dessas crianças é despertado. Uma criança que tem erotização precoce e foi abusada tenderá a praticar o que sofre no abuso com os colegas de sala”, explica o procurador.

Conheça mais sobre esses títulos e seu autor na sessão de autógrafos na FNAC. O endereço é Avenida das Américas, 4666, na Barra da Tijuca (RJ).




PASTOR JOIDE MIRANDA PARTIU PARA O SENHOR

A Central Gospel presta suas condolências aos familiares e amigos do Pastor Joide Miranda (na foto com a família), que partiu para o Senhor neste domingo.

Oramos para que Deus console a todos, especialmente a esposa Edna Miranda e o filho Pedro, de 4 anos. A jornada do nosso querido pastor na terra se encerrou, mas o que ele viveu e pregou continuará transformando vidas. Isso se chama legado. Somos gratos por sermos um dos canais utilizados para a propagação de seu testemunho.

Pastor Joide Miranda foi um ex-travesti que viveu por muitos anos no mundo da prostituição e das drogas. Aceitou Cristo aos 26 anos de idade e teve a vida completamente transformada. Casou-se, teve um filho e, como pastor e conferencista, viajava o mundo contando seu testemunho. Publicou sua história de vida em 2013, pela Central Gospel, no livro A intimidade de um ex-travesti.

Combati o bom combate, acabei a carreira, guardei a fé (2 Timóteo 4.7).

O ABUSO E SEU IMPACTO NA SOCIEDADE E NA IGREJA

Solução para os males da alma procura responder a uma das questões mais complexas da sociedade: o abuso. O autor Steve Tracy, analisa o tema em suas diferentes formas – física, sexual, verbal, espiritual ou negligente –, seu impacto na sociedade e na igreja, e exemplifica com testemunhos de pessoas que passaram por esta triste experiência.

Solução para os males da alma é o primeiro livro bíblico, psicologicamente informado e com abordagem compreensiva para auxiliar no entendimento e tratamento de toda forma de abuso. “Escrevi este livro para ser um manual acessível para os feridos e para os pastores (tanto leigos como profissionais) que procuram ajuda para cuidar deles”, revela Steve Tracy, que é professor de teologia e ética na Phoenix Seminary, em Phoenix, Arizona.

É uma ferramenta para ajudar conselheiros e pais a socorrerem pessoas que vivenciaram o problema na busca pela cura e restauração de sua alma. Não deixe de ler!

PREPARE-SE PARA O CASAMENTO

O namoro é uma fase muito importante na vida do jovem cristão, pois é o período em que poderá conhecer a pessoa com quem vai se relacionar por toda a vida. Embora para muitos o namoro seja algo banal, o cristão deve basear-se em princípios da Palavra de Deus para estabelecer relacionamentos saudáveis e duradouros. De acordo com Mac Anderson (foto), pastor e autor do livro Namoro, vestibular para o casamento, essa é uma fase muito importante, pois o namoro, baseado em princípios bíblicos prepara o jovem para um casamento feliz. Na entrevista a seguir, ele explica como deve ser o relacionamento do jovem que deseja fazer a vontade de Deus.

Por que o senhor decidiu escrever o livro Namoro, vestibular para o casamento?

Mac Anderson: Eu fui líder de jovens e adolescentes por seis anos e costumo ser procurado por muitos deles, tanto pessoalmente, como nas redes sociais, para dar orientação sobre desafios no relacionamento. Nossa sociedade perdeu os valores e vive de relações descartáveis. Jovens cristãos são bombardeados com informações deturpadas todos os dias. Por isso, tenho prazer em atender, conversar e orientar nossos filhos com fundamentos bíblicos para um relacionamento feliz e duradouro. Decidi, então, escrever o livro para que seja um pequeno manual que pode dar um norte seguro àqueles que desejam obter sucesso nessa área. Eu indico a leitura para jovens e adolescentes que desejam ter relacionamentos saudáveis e baseados nos princípios da Palavra de Deus.

Como deve ser o namoro de pessoas cristãs?

O namoro cristão é um tempo de conhecimento, amadurecimento e decisão, em que deve existir mais diálogo e menos contato físico. Deus criou o sexo e o chamou de casamento. Namoro não é permissão para vida sexual ativa. Enamorar-se é apaixonar, gostar com o propósito de conhecer, entender o outro. Esse conhecimento é fundamental para a decisão de viver ao lado de alguém até o fim da vida.

Qual a importância do namoro para o casamento?

O objetivo do namoro é conhecer o outro, a família, os projetos do outro, o caráter, para então decidir se podem assumir uma relação permanente ou não. A maioria dos divórcios no Brasil acontece por incompatibilidade de gênios. Se o casal procura conhecer a natureza, o gênio, os gostos, os sonhos do outro enquanto namoram, certamente terá menos dificuldade quando as crises chegarem no futuro. Como eu sempre digo, namoro é vestibular para o casamento.

Há uma idade apropriada para começar um namoro?

A diferença entre um homem e um menino está nas decisões. Conheço homens de 18, e meninos de 30. Não é apenas uma questão de idade, mas de maturidade. A resposta para o tempo certo de começar está na boca dos pais.

Quais são os principais erros ao começar um relacionamento?

Criar expectativas irreais, desejando um relacionamento perfeito, e começar um namoro sem o consentimento dos pais.

Como os pais devem lidar com os filhos que desejam iniciar um namoro?

Os pais devem manter um conversa franca e aberta, colocar limites e dizer o que se espera do relacionamento.

Como um jovem pode saber que está pronto para o casamento?

A maturidade vem com as experiências e com o tempo. Além de estar emocionalmente pronto para assumir uma relação definitiva, há ainda a questão financeira e familiar. Quer saber se já está na hora? Pergunte-se: posso manter minha família? Posso tomar decisões saudáveis para o nosso futuro? Meus pais estão de acordo?

Ainda existe muito tabu nas igrejas?

Sim, existe. Namoro é um assunto pouco falado nas igrejas. Isso tem mudado ao longo dos anos, mas a passos lentos. A maioria das informações que nossos jovens recebem provém da internet ou de amigos. Creio que uma mesa de debate é uma ferramenta extraordinária para uma discussão sadia e interativa nas igrejas. Pessoas preparadas podem ser interrogadas sem medo e sem tabus.

Qual conselho o senhor deixa para os jovens?

A Bíblia fala em Eclesiastes 11.9: Jovem, alegra-te na tua mocidade! Sê feliz o teu coração nos dias da tua juventude. Segue os caminhos que o teu coração indicar e todos os desejos dos teus olhos; saibas, contudo, que tudo quanto fizeres passará pelo julgamento de Deus. Deus apaga todos os nossos pecados, mas não apaga a consequência deles. Vigie para não transgredir os princípios absolutos da Palavra de Deus. Evite o contato físico excessivo no namoro. Ore e peça direção para o seu relacionamento. Orem juntos. Converse com seus pais, líderes e familiares a respeito dos seus planos. Não se preocupe, porque Deus não comete erros. Você é a resposta da oração de alguém.

Maio de 2016

TU SERÁS UMA BÊNÇÃO

A promessa que Deus fez a Abraão em Gênesis 22 é um tesouro escondido, à espera de ser descoberto. O autor do livro, Berin Gilfillan, compartilha as poderosas verdades contidas nessa promessa. “Nossa vida torna-se mais rica quando compreendemos e apropriamo-nos das provisões divinas que Deus tornou disponíveis por meio do pacto abraâmico”, afirmou.

De acordo com Gilfillan, se cremos em Jesus Cristo e somos cristãos praticantes, somos também herdeiros da tremenda promessa de Abraão. A promessa está disponível a todos os cristãos, homens e mulheres, de todas as raças e de situações econômicas. Ela terá como resultado muitos frutos e bênçãos na vida de todos os cristãos; garante vida triunfante sobre todos os inimigos e abre o potencial para abençoar as nações.

A obra também fala com aqueles que aspiram à liderança, aqueles que querem ajudar a construir o Reino de Deus. “Espero que, por meio deste livro, você comece a participar de benefícios incríveis contidos na promessa de Abraão”, disse o autor.

A TRANSFORMAÇÃO DE QUEM CANSOU DE SER GAY

A sexualidade é um tema que, embora seja muito discutido atualmente, ainda é motivo de dúvidas e conflitos para muitos. Por isso, Juliana Ferron (foto) decidiu abrir seu coração e sua história para dividir a transformação que Deus promoveu em sua vida. No livro Cansei de ser gay, lançado pela Central Gospel, ela conta como vivia infeliz e incompleta com sua escolha em ser homossexual e também fala sobre o momento em que encontrou a alegria plena em Cristo.

De acordo com a autora, a proposta do livro é levar os leitores a analisarem a situação que estão vivendo e a buscarem uma resposta em Deus. Ela aborda também sobre a busca do ser humano por afeto e aceitação, que não devem ser supridos por pessoas, mas por Deus. Na entrevista a seguir, você poderá conhecer um pouco mais a história de Juliana Ferron e ser inspirado com esse grande testemunho de transformação.

Esse é o seu primeiro livro. Como foi a experiência como escritora e como você se sentiu abrindo sua vida, contando sua história?

É desafiador escrever sobre si mesmo, pois exige uma imersão em suas próprias emoções e sentimentos. Contar a minha história me fez voltar à memória do passado, à memória do tempo em que vivia sem Deus, em que vivia em meio às angústias da vida. Isso me fez trazer à tona sentimentos vividos para que pudessem ser expressos.

Com qual objetivo você escreveu este livro?

O objetivo do livro é mostrar que tudo pode ser diferente quando deixamos Deus entrar em nossa vida. O livro convida o leitor a fazer uma autoanálise e também a buscar uma compreensão da situação que está vivendo.

Você poderia nos contar como foi sua decisão em se assumir gay?

Na verdade, foi um processo inconsciente, uma construção de novos hábitos e novos comportamentos. Não foi propriamente uma decisão em que eu tivesse consciência do que estava acontecendo. Quando dei por mim, já havia transformado meu estilo de vida, minhas amizades, meu jeito.

Por que você cansou de ser gay?

Cansei de não ter expectativas de uma vida de alegria e paz. Queria viver em paz, e que a paz fosse um estado pleno em minha vida e não apenas alguns momentos bons. Cansei de viver de curtos momentos de alegria, e queria que essa alegria fosse um estado pleno em minha vida. Cansei de buscar nas pessoas o preenchimento das minhas emoções. Eu sabia que vivia em desacordo com a vontade de Deus, mesmo sem conhecê-lo, e isso me entristecia.

E como foi o seu processo de conversão?

Minha conversão aconteceu no momento em que decidi não viver mais na homossexualidade e decidi abrir as portas para Deus. Isso ocorreu no dia do meu aniversário, e, nesse dia, tive uma longa conversa com Deus sobre o que eu estava vivendo. A conversão foi possível quando eu admiti para mim mesma que vivia infeliz e que eu merecia tentar uma vida diferente de tudo o que estava vivendo.

Como os pais podem orientar os filhos e ajudá-los nos conflitos sobre a sexualidade?

Eles ajudarão seus filhos simplesmente exercendo suas atribuições de pais, como: impor limites, demonstrar amor, afeto e carinho através de atitudes e palavras de afirmação; se forem participativos, presentes, interessados e, principalmente, afirmando e informando a criança sobre a natureza do seu sexo (menino ou menina). Muitos conflitos com relação à sexualidade resultam de ausências e carências internas, que cabem aos pais suprir.

Para quem você indica essa leitura?

Para todos que tentam, de alguma forma, suprir suas carências e ânsias em alguma coisa ou em alguém além de Cristo Jesus.

O que os leitores podem esperar das histórias que você conta?

Creio que eles poderão se encontrar. Poderão se perceber e se identificar com as histórias, os conflitos e as buscas. Acredito que nossas buscas são as mesmas por amor, aceitação e inclusão, apesar de cada pessoa demonstrar de forma diferente. Os leitores poderão compreender sobre os conflitos de alguém que deseja fazer a vontade de Deus, mas que também deseja viver as suas próprias vontades.



COMENTÁRIO BÍBLICO BEACON

Interessada em oferecer os melhores materiais de estudo da Palavra de Deus, a Central Gospel está lançando o mais completo comentário da Bíblia: o Novo Comentário Bíblico Beacon. Consagrada mundialmente, a obra é totalmente nova e diferente do Comentário Beacon que já existe no mercado. O leitor que já possui esse material se surpreenderá com a nova edição, que é repleta de informações atualizadas. Ele é composto por 46 volumes, e, este ano, a editora está disponibilizando seis deles: Ezequiel, Daniel, Apocalipse, 1 e 2 Samuel, Lucas 1-9 e Lucas 9-24. A coleção é fundamental para quem deseja adquirir cada vez mais conhecimento e compreender as Sagradas Escrituras.

A obra foi escrita por 40 autores, e cada um comenta o livro da Bíblia em que se especializou. Jefferson Magno Costa, gerente editorial da Central Gospel, contou que todos os autores são doutores em suas respectivas especializações e, por isso, oferecem aos leitores uma base e um fundamento maior para entenderem melhor as Escrituras. “Sendo os autores especialistas em cada livro da Bíblia, eles fornecem mais cultura bíblica, recursos para exegese e interpretação da Palavra de Deus. Eles colocaram o que há de melhor do conhecimento deles, adquirido durante anos de estudo, ao longo dos 46 volumes”, explicou.

O Comentário Beacon é academicamente minucioso e completo e foi escrito a partir da perspectiva teológica Wesleyana, fornecendo uma interpretação crítica e relevante da Palavra de Deus. Pastores, estudiosos, professores e estudantes se beneficiarão dele para alcançar o objetivo de se aprofundar no conhecimento teológico.

O material introdutório inclui informações sobre autoria, data, história, público, questões sociológicas e culturais, propósito, recursos literários, temas teológicos e questões hermenêuticas. Cada versículo é explicado de maneira clara, com base na tradução do texto bíblico em sua língua original. A bibliografia é expandida para um estudo mais abrangente de elementos históricos, interpretações adicionais e temas teológicos.

O comentário também contém anotações complementares que fornecem o significado das palavras, conexões arqueológicas, relevância histórica e costumes culturais. E ainda anotações abrangentes, que exploram elementos por trás do texto, sentidos encontrados no texto; e significado, importância, intertextualidade e aplicação a partir do texto.

Sobre os autores

Os autores dos primeiros seis volumes publicados pela Central Gospel são: David A. Neale, que possui Mestrado e PhD em Teologia; Kevin J. Mellish, que ensina Literatura Bíblica, possui Mestrado em Divindade e Mestrado e Doutorado em Filosofia; Brad E. Kelle é professor de Antigo Testamento e autor e editor de diversos livros e artigos sobre literatura profética e sobre a história de Israel e de Judá; Jim Edlin é professor de literatura e línguas bíblicas e Mestre e PhD em Teologia; Carol Rotz é Bacharel em Educação Religiosa e possui Doutorado em Literatura e Filosofia.

10 CONSELHOS PARA OS JOVENS SEREM VITORIOSOS

Todo jovem sonha em conquistar vitórias, porém, diversos fatores contribuem para que nem todos consigam realizar-se plenamente. No livro 10 conselhos para os jovens serem vitoriosos, o pastor Silas Malafaia ensina os jovens que o segredo para se tornarem vencedores está na Palavra de Deus.

Baseado em 10 versículos bíblicos, o pastor instrui os jovens a serem cuidadosos com o olhar e com a mentira, a serem liberais e compassivos, a honrarem seus pais, a serem puros, a guardarem seus corações, a blindarem-se contra o pecado e, principalmente, a nunca perderem Jesus de vista.

O pastor Silas enfatiza em sua obra que Deus levantou os jovens para fazerem diferença nesta geração e que a juventude não é a Igreja de amanhã, mas a Igreja de agora. “Ser jovem é estar no esplendor do que há de melhor na existência humana. Deus destinou isso para eles. Observar os valores bíblicos é fundamental para suas vidas”, afirmou.

Abril de 2016

CENTRAL GOSPEL NO CONGRESSO DO CIMEB

A Central Gospel montou uma loja na Igreja Embaixada do Reino de Deus para atender ao público que participa do 6º Congresso do Cimeb, em Balneário Camboriú (SC).

O objetivo é oferecer o que há de melhor no catálogo de produtos da editora, como CDs, DVDs, Bíblias, livros, enciclopédias e lançamentos com preços e promoções especiais.

Hoje, a loja estará aberta ao público a partir das 16h. Se você mora em Balneário Camboriú e cidades próximas não perca a oportunidade de ir à loja e inda participar do Congresso do Cimeb, que termina amanhã.

A abertura aconteceu nesta terça-feira com mensagem do pastor Jorge Linhares, da Igreja Batista Getsêmani, em Belo Horizonte. Ainda ministrarão a Palavra, os pastores Silas Malafaia, Claudio Duarte, Simonton Araújo e Estevam Fernandes. Hoje, a programação começa às 18h e a entrada é gratuita.

A Embaixada do Reino de Deus fica na Rua 1950, n° 955, no Centro de Balneário Camboriú.

PR. SILAS FAZ DENÚNCIA GRAVE NO PROGRAMA

No próximo sábado (27/02), no programa Vitoria em Cristo, o pastor Silas Malafaia recebe o Procurador da República, Guilherme Schelb para uma denúncia gravíssima. O assunto abordado se refere aos direitos da criança e do adolescente e à exposição de materiais abusivos, que tratam, precocemente, de temas sexuais.

O Dr. Guilherme Schelb já atuou como promotor de Justiça da Infância e Adolescência no Distrito Federal e foi autor de diversas ações de combate e prevenção à violência infanto-juvenil. Para o pastor Silas, essa foi uma das edições mais importantes do programa, visto que o objetivo é informar as famílias sobre seus direitos e alertar a sociedade sobre os cuidados que devem ser tomados para preservar a criança e o adolescente.

Dr. Guilherme Schelb também é autor de livros que estão sendo lançados pela Central Gospel. Clique aqui e conheça todo o material!

Janeiro de 2016

HONRAS E HOMENAGENS AO PR. GILBERTO MALAFAIA

Louvores, testemunho e palavras de gratidão a Deus pela vida do pastor Gilberto Malafaia marcaram o culto em memória do fundador da Assembleia de Deus de Jacarepaguá (IADJ) e um dos expoentes das Assembleias de Deus no Brasil. Pastor Gilberto faleceu nesta terça-feira (12), aos 95 anos, completados no último domingo, em sua casa, no Rio de Janeiro, ao lado de sua companheira de 67 anos de vida conjugal, a educadora Albertina Malafaia.

O líder que dedicou a sua vida a Deus por 76 anos – ele se converteu aos 19 anos – e militar da Marinha do Brasil por 25 anos, foi sepultado, nesta quarta-feira (13) com honras militares no cemitério Jardim da Saudade, no bairro de Sulacap, ao som do hino Deus enviou, cantado pelas centenas de pessoas presentes à cerimônia.

Familiares, membros da IADJ, pastores de diversas denominações, alguns contemporâneos do pastor Gilberto e ex-alunos do Instituto Bíblico Pentecostal, do qual foi um dos fundadores e professor, prestaram as suas últimas homenagens ao líder.

“Pastor Gilberto Malafaia foi um visionário. Ele estabeleceu esta igreja em uma área que ninguém daria nada. Ele teve a visão do Reino de Deus. Foi um homem que tinha autoridade moral, um grande debatedor”, disse o pastor Anísio do Nascimento, que trabalhou com o pastor Gilberto Malafaia no Instituto Bíblico Pentecostal (IBP).

Pastor Temóteo Ramos, presidente da Assembleia de Deus do Rio de Janeiro, destacou os valores morais e espirituais do pastor Gilberto Malafaia e a herança que ele deixa. “Pastor Gilberto Malafaia deixa um legado para a sua família, para a igreja e para todo o povo de Deus no Brasil em função de sua atuação em defesa do Reino de Deus”.

Ex-aluno do Instituto Bíblico Pentecostal, pastor Marcus Gregório, do Ministério Apascentar de Nova Iguaçu, testemunhou sobre o incentivo que recebeu do pastor Gilberto no tempo em que estudou na instituição. Já o pastor Antônio Gilberto, um dos expoentes das Assembleias de Deus no Brasil, falou sobre o período em que trabalharam juntos no CAPED e no IBP. “Levamos uma vida conjunta, prolongada, com dezenas e dezenas de ex-alunos que hoje dirigem igrejas e campos missionários. Gilberto e Albertina atravessaram o país ministrando o curso de aperfeiçoamento de professores de Escola Dominical”, destacou o pastor sobre a importância do casal para a Escola Dominical no Brasil.

O pastor Silas Malafaia agradeceu aos presentes e testemunhou sobre o exemplo e a influência de seu pai em sua vida. “Meu pai sempre me dizia: ‘Meu filho, Deus é grande, sonhe coisas grandes. Você pode chegar a lugares altos, chegar muito mais longe do que eu’. Por influência dele, ainda adolescente eu lia o jornal na parte política. Foi ele que me treinou no amor e no desejo de conhecer a Palavra de Deus e a guardar na mente a Palavra de Deus”, declarou emocionado.

Um homem que sempre atuou em defesa dos princípios da Palavra de Deus, pastor Gilberto Malafaia, fundou a Assembleia de Deus de Jacarepaguá em 1973, igreja que dirigiu por 41 anos. Em julho de 2014, ele transmitiu a presidência da igreja para o seu neto, pastor Silas Filho.

“É com dor, mas com convicção de que este é um momento especial, momento em que podemos celebrar a vida de um grande homem de Deus. Ele continuará sendo referência para toda uma geração por ter sido um homem de fé, coragem, ousadia, visão e de trabalho. Meu avô, pastor fundador desta igreja, cumpriu a vontade de Deus e Seu proposito na sua geração. Que possamos fazer da mesma forma, cumprindo o propósito que Deus nos confiou nesta igreja”, declarou o pastor Silas Filho.

Pastor Gilberto Malafaia nasceu na cidade de Castro Alves, na Bahia, em 10 de janeiro de 1921. Pastor, militar e um exímio educador, formou-se em pedagogia, ao lado de sua esposa, Albertina Malafaia. Ele deixa seis filhos, Samuel, Silas, Sérgio, Suzana e Siléia e Vilma; 14 netos, 18 bisnetos, e um grande legado para a igreja evangélica brasileira.

PR. GILBERTO MALAFAIA:HOMEM DE FÉ, VISÃO E CORAGEM

Um dos maiores líderes evangélicos do Brasil, pastor Gilberto Malafaia faleceu hoje no Rio de Janeiro, aos 95 anos, completados no último domingo, dia 10. Pastor Gilberto partiu para o Senhor em sua residência, ao lado de sua companheira de vida conjugal há 67 anos, a educadora Albertina Malafaia.

Considerado um visionário e um dos maiores líderes evangélicos do Brasil, pastor Gilberto Malafaia, fundou a Assembleia de Deus de Jacarepaguá em 1973 e esteve à frente do ministério durante 41 anos. Em julho de 2014, transmitiu a presidência da igreja para o seu neto, pastor Silas Malafaia Filho.

Pastor Gilberto Malafaia nasceu na cidade de Castro Alves, na Bahia, em 10 de janeiro de 1921. Militar da Marinha do Brasil por 25 anos, ele foi um exímio educador, tendo se formado em pedagogia, ao lado de sua esposa, Albertina Malafaia, com quem foi casado 67 anos.

Pastor Gilberto deixa seis filhos, o pastor e Deputado Estadual, Samuel Malafaia; pastor Silas Malafaia, Sérgio, Suzana e Siléia e Vilma; 14 netos e 18 bisnetos, e um grande legado para a igreja evangélica brasileira. “Meu pai é meu referencial, meu herói, um homem de Deus. Ele deixou um extraordinário legado. Casado com minha mãe há 67 anos, foi um exemplo de homem, esposo, pai, cristão, cidadão e pastor. Agradeço a Deus pela vida do meu pai, que foi referência para mim e para meus irmãos. Sua vida foi uma inspiração para mim. A Deus seja a glória! Minha determinação, coragem e jeito de agir e sonhar são heranças do meu pai”, declarou o pastor Silas Malafaia em suas redes sociais.


O corpo do pastor Gilberto Malafaia será velado hoje, a partir das 19h, no templo da Assembleia de Deus de Jacarepaguá, na Rua André Rocha, 890. O culto fúnebre será amanhã, às 9h, e o sepultamento às 11h15 no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap.

Pastor Gilberto Malafaia, um homem de fé, visão e coragem

Em 12 de janeiro de 2016, o Senhor recolheu às suas mansões celestiais um dos mais valorosos servos da sua Seara, o pastor Gilberto Malafaia, aos 95 anos. Ele cumpriu brilhante e exemplarmente o seu papel de esposo, pai, mestre, pastor, administrador, pregador do evangelho, agudo e inigualável defensor ou propositor de questões debatidas nas convenções gerais, e exímio educador. Teve uma família rica no santo temor de Deus, pois conseguiu habituar seus filhos e esposa a amarem o estudo da Palavra do Senhor obtido na Escola Dominical, resultando disto uma família de ensinadores e mestres apaixonados pela ministração das Escrituras Sagradas.

A herança que ele deixa é a mais preciosa que existe sobre a face da terra, pois não consiste de madeira, palha ou feno, e sim de ouro, prata e pedras preciosas (1Co 3.12), que jamais será consumida pela fogo no dia em que a qualidade de todas as nossas obras serão testadas diante de Jesus no julgamento para a entrega dos galardões.

Pastor Gilberto aprendeu a decifrar a linguagem do mar e das ondas ao servir, durante 25 anos, à Marinha do Brasil. Esse aprendizado sempre lhe foi útil quando se tratou de socorrer ou aconselhar alguma de suas ovelhas ou algum de seus obreiros, cujo mar tempestuoso da vida os ameaçava de sucumbir. Aprendeu a usar a força dos ventos a seu favor, e esse aprendizado fazia com que as maiores tempestades o levassem com mais rapidez ao Porto Seguro, que é Jesus Cristo.

Foi um homem cheio de visões de empreendedorismo dentro da obra de Deus. Ele conseguiu ver o magnífico, moderno e bem equipado templo onde funciona hoje a Assembleia de Deus da Taquara, bairro de Rio de Janeiro, onde antes no lugar só havia um pântano infestado de mosquitos. Mas Deus colocara no mais profundo do seu coração, que nesta manhã em que eu escrevo estas linhas parou de pulsar, uma chama ardente de amor pela igreja do Senhor, por suas almas.

Como instrumento de Deus, pastor Gilberto trabalhou incansavelmente para conduzir à Jerusalém celestial o precioso rebanho que o Senhor lhe deu. Enfrentou muitas batalhas espirituais, e trabalhou ombro a ombro com seu rebanho. Não se deixava enganar por esse enganoso mundo, mas em suas orações na casa do Senhor e pelas madrugadas, pedia sempre ao Senhor que o mantivesse sempre pronto para subir à qualquer momento para encontrar-se com o seu Rei.

O Espírito Santo, habitador da sua alma, com liberalidade o encheu de dons celestiais. Seu coração de grande e vocacionado pastor sempre expressava, ao longo de todos esses anos, muito amor por suas ovelhas. Como pregador, seu estilo era claro, de vocabulário corretíssimo e natural, e a voz grave, viva e penetrante. Perseverou no caminho da oração. Aplicava-se cuidadosamente no estudo da Palavra de Deus.

Sob o olhar do Senhor foi seguindo sempre a direção da vontade divina. Sua vida foi transcorrendo como uma fonte cristalina, sem afastar-se jamais de Deus, a origem gloriosa de toda a graça. Seu semblante revelava a doce alegria que era para ele servir ao Senhor. Em meio às maiores batalhas, consolava-se por saber que um dia estaria livre deste vale de miséria, tribulação e angústia. Nunca se esquecia que a vida passa e é breve, mas que com Cristo a vida é eterna. Nos duríssimos penhascos das tribulações achou o óleo do amor e da misericórdia de Deus.

Amou e honrou a sua esposa, a professora Albertina Malafaia, durante os 67 anos em que foram casados. Foi um grande companheiro, mantendo-se fiel aos votos que assumiu em sua mocidade, e ela foi seu esteio em sua velhice avançada. Como um dos patriarcas bíblicos, pastor Gilberto teve a grande felicidade de ver sua geração frutificar e prosperar entre os trigais dos caminhos do Senhor. Um dos maiores marcos dessa prosperidade ocorreu no dia 6 de julho de 2014, quando o pastor Gilberto passou o pastorado da igreja Assembleia de Deus da Taquara ao seu neto, pastor Silas Malafaia Filho.

Dos seis filhos que deixou: Pastor Samuel, presbítero Sérgio, professora Susana, professora Siléia e Vilma Menezes, quem o acompanhou mais de perto e absorveu suas preciosas lições e o acompanhou quase sempre aos eventos aos quais o pastor Gilberto comparecia, foi o pastor Silas Malafaia, que sempre se confessou um devedor desse grande homem de Deus, desse varão precioso entre os grandes servos que Deus ergueu entre os líderes brasileiros, desse homem que se constitui, agora e até o dia em que Jesus Cristo voltar para buscar a sua igreja, um ícone, um dos santos que certamente será transformado em uma estrela entre as estrelas de Deus.

Pr. Jefferson Magno Costa


Dezembro de 2015

NÃO SOFRA MAIS

Cindi McMenamin é uma premiada escritora e palestrante. Enquanto esposa de pastor e líder de ministério de mulheres, sua paixão é levá-las a uma intimidade profunda com Deus.

Em seu novo livro, Não sofra mais, Cindi aborda a cura emocional e espiritual para a mulher por meio da Palavra de Deus. Segundo a autora, este não é um livro apenas sobre como lidar com mágoas e feridas, mas trata-se também de uma fonte de encorajamento, inspiração e de como ir além de uma vida de sofrimento e tristezas para dar lugar a uma vida cheia de esperança e propósito. Cindi incentiva a leitora a superar as dores da vida, a experimentar a cura e a plenitude do Senhor, e a oferecer essa cura e plenitude a outros.

Além de compartilhar poderosos exemplos de vidas machucadas que Deus transformou, Cindi McMenamin também encoraja a mulher a ver-se com outros olhos e a perceber o quanto é amada por Deus; a enxergar a verdadeira beleza interior; a eliminar o sentimento de inferioridade e a reconhecer que é especial.

A leitora encontrará um livro cheio de graça, redenção e transformação, que renovará o seu foco em Deus, restaurará a sua alegria interior e a levará a construir relacionamentos saudáveis.

Os pontos mais importantes do livro são a cura emocional e espiritual para mulheres feridas ao longo da vida, cura interior, caráter cristão para mulheres e traumas passados. A obra é destinada a mulheres cristãs, mulheres que buscam cura física, emocional e espiritual e líderes que buscam material de apoio para aconselhamento.

CASAR DE NOVO?

O conselheiro cristão Norman Wright tem ajudado casais a trazerem nova vitalidade para seus casamentos. Por meio de aconselhamentos, seminários e mais de 90 livros, ele compartilha como aumentar a intimidade e melhorar relacionamentos.

Em Casar de novo?, o autor, baseando-se em seus anos de vivência no aconselhamento a casais e em sua experiência como um viúvo bem casado novamente, faz 101 perguntas com o intuito de ajudar os leitores e seus parceiros a refletirem sobre suas diferenças e semelhanças em questões importantes, como a interação entre o casal, o crescimento espiritual, as finanças e as responsabilidades domésticas, e ainda aponta diretrizes para padrastos e madrastas.

Esses questionamentos ajudarão os novos casais a aprofundarem seu conhecimento e a compreenderem melhor o outro, preparando-os para decidir se darão o próximo passo em seu relacionamento.

Com 168 páginas, o livro é voltado para casais, grupos de estudo, ministros e conselheiros. O autor acredita que o leitor vai gostar de aprender mais sobre si mesmo e sobre o seu parceiro, e que esse conhecimento o ajudará a se decidir sobre a continuidade ou não do relacionamento.